outras tantas madrugadas

terça-feira, agosto 30, 2005

o primeiro dia

É hoje. Não há que te ter medo do choro que irrompe quando o primeiro golpe de ar nos chega aos pulmões. Nenhuma vida começou de outra maneira.

2 Comments:

Enviar um comentário

<< Home